XV SBSR DEBATE OS DESAFIOS PARA EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL
Publicado em: Brasília, 5 de maio de 2011

O uso de imagens de satélites para identificar sistemas petrolíferos ativos em águas profundas será discutido no XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR) hoje (5) às 9 horas no Estação Convention Center, em Curitiba. Promovido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em parceria com a Sociedade de Especialistas Latino-Americanos em Sensoriamento Remoto (Selper), o simpósio, que iniciou no sábado (30) e se encerra amanhã, vem reunindo na capital paranaense cerca de 2 mil pesquisadores e especialistas de todo o Brasil e mais 27 países.

A exploração e produção de hidrocarbonetos nas camadas pré-sal encontram no Brasil condições extremamente favoráveis para sua execução: mercado interno expressivo, domínio de alta tecnologia em petróleo, base industrial diversificada, oportunidades de investimentos. O grande volume de óleo e gás natural já encontrado e ainda a ser descoberto tem escala suficiente para que se formule no país um novo modelo de desenvolvimento científico e tecnológico. Essa realidade trará reflexos significativos na produção intelectual de nossas universidades e dos centros de pesquisa governamentais e empresariais.

Além disso, o vazamento de óleo recentemente ocorrido no Golfo do México deu ênfase às demandas ambientais para a extração de petróleo em regiões de águas profundas como o pré-sal. O sensoriamento remoto pode desempenhar um papel importante nessa cadeia de valor, através, por exemplo, do fornecimento de informações temáticas em tempo quase real, em associação com a modelagem computacional de processos dinâmicos no oceano.

Neste contexto, além da exploração do pré-sal, serão abordadas questões importantes para o monitoramento ambiental neste setor. Participam desta mesa-redonda no XV SBSR: Fernando Pellon de Miranda, Cristina Maria Bentz, Sylvia Maria Couto dos Anjos, da Petrobras, e Manlio Mano, da UFRJ.

O evento
Promovido a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Sociedade de Especialistas Latino-Americanos em Sensoriamento Remoto (Selper), o SBSR é o maior evento nacional sobre tecnologias relacionadas a satélites e geoprocessamento e um dos maiores do mundo. Esta edição em Curitiba reúne cerca de 2 mil pesquisadores e especialistas de todo o Brasil e mais 27 países.

Para os seis dias do evento (30 de abril a 5 de maio) foram programadas apresentações de 1.007 trabalhos científicos, sessões especiais com palestrantes do Brasil e exterior, cursos, debates e uma exposição técnica de serviços e produtos diversos, como câmeras que são embarcadas em satélites para imageamento da Terra e softwares para mapeamentos diversos.

Mais informações no site http://www.dsr.inpe.br/sbsr2011