SISTEMA DE ALERTA CONTRA CHUVAS SERÁ ANTECIPADO
Publicado em: Brasília, 17 de junho de 2011

O Ministério da Ciência e Tecnologia antecipou de novembro para setembro a entrada em operação de dois dos quatro módulos do novo Sistema Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais, que funcionará nas instalações do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), em Cachoeira Paulista.

Trata-se de um sistema multidisciplinar e multi-institucional que possibilitará ação coordenada para a atuação de prevenção em áreas de risco de todo o país, principalmente em casos de inundação e deslizamento.

“Ainda temos um levantamento ineficiente e precário das áreas de riscos do país”, constatou, em nota, Aloizio Mercadante, ministro da Ciência e Tecnologia.

Previsto para funcionar plenamente em 2014, com seus quatro módulos operacionais, o sistema de alerta de desastres naturais combinará dados meteorológicos e geofísicos para possibilitar que as populações sejam avisadas e retiradas das áreas de risco.

Evacuação – Os equipamentos irão permitir ao Sistema Nacional de Defesa Civil coordenar ações de aviso e evacuação de populações em áreas com risco iminente de desastres naturais. Sistema semelhante funciona nos Estados Unidos, Europa e no Japão. De acordo com o Ministério, existem 500 áreas de riscos de deslizamentos e outras 300 áreas de inundações no Brasil.