Notícias

Satélite Sino-Brasileiro já está na Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST)

Publicado em: 27/05/2019 16h49 Última modificação: 07/06/2019 09h15

O Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS-4A) já foi transportado para Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST) na segunda-feira (27.05), em um Boeing 747-400, um dos maiores aviões do mundo, do aeroporto de São José dos Campos (SP) até Pequim, com escalas técnicas na ilha do Sal e Moscow, na Rússia. Até chegar ao seu destino, voará mais de 17 mil quilômetros.

O lançamento do CBERS-4A está previsto para o segundo semestre deste ano, a partir do Centro de Lançamento de Taiyuan. Ele será colocado em órbita pelo foguete Longa Marcha 4B. O projeto faz parte de uma parceria entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST), com execução do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

A montagem, integração e os testes do CBERS-4A foram totalmente realizados no Laboratório de Integração e Testes (LIT). O Equipamento passou por testes de vácuo-térmicos, de interferência e compatibilidade eletromagnéticas, vibração e acústica, entre outros que já foram concluídos.

O CBERS-4A é o sexto satélite construído a partir de uma cooperação com a China, que completou 30 anos. O satélite fornecerá imagens para monitorar o meio ambiente, identificar desmatamentos, desastres naturais e para a expansão sustentável da agricultura e das cidades, entre outras aplicações.

Os testes elétricos do CBERS-4A foram finalizados no mês de novembro de 2018, quando foi realizada a simulação de voo. Eles serviram para ensaio da sequência de eventos que ocorre durante o lançamento e no alcance das primeiras órbitas, antes da injeção do satélite em sua órbita final. Esses testes precederam os ensaios ambientais, realizados no último mês de abril, e que simularam as condições no espaço.

Agência Espacial Brasileira (AEB)

É uma autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável por formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira. Desde a sua criação, em 10 de fevereiro de 1994, a Agência trabalha para empreender os esforços do governo brasileiro na promoção da autonomia do setor espacial.

Coordenação de Comunicação Social – CCS

Registrado em:
Assunto(s):
Voltar para o topo