SATÉLITE GEOESTACIONÁRIO CHEGA À GUIANA FRANCESA, APÓS 8 HORAS DE VOO
Publicado: 15/02/2017

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que irá reforçar a independência e soberania do Brasil na área espacial, além de ampliar e garantir comunicação segura à população, chegou na última terça-feira pela manhã (14.02) à Guiana Francesa, após uma viagem de oito horas.

A bordo do avião russo Antonov, com alta capacidade de carga, estava também o Koreasat 7, satélite coreano, que também será lançado no mesmo dia do SGDC. Em uma ação envolvendo cerca de 50 profissionais, cuidadosamente os dois satélites foram retirados, em uma operação que levou cerca de sete horas.

Segundo o engenheiro da Telebras, Sebastião Nascimento, Gerente de Engenharia e Operação de Satélites, que acompanha a chegada do SGDC, o voo foi normal, sem nenhum contratempo. “Agora vamos desembrulhar o SGDC e verificar se está tudo bem”, afirmou.

O SGDC é um satélite de telecomunicação desenvolvido em Cannes na França, pela Thales Alenia Space para o Brasil, para uso civil e militar. O satélite irá implementar um sistema de comunicação por satélite seguro para o governo e para as Forças Armadas brasileiras. Irá também fornecer internet banda larga para todo o território nacional, principalmente para as áreas com mais problemas de comunicações, dentro do programa nacional de banda larga, operado pela Telebrás.

O processo de retirada dos dois satélites do Antonov encerrou-se às 8h da manhã desta quarta-feira (15.02), quando um comboio se deslocou do aeroporto de Caiena até Kourou, em um trajeto de 60 km, percorrido em 4 horas, com batedores da polícia local. Chegando ao Centro Espacial de Kourou, o SGDC vai aguardar em uma sala até o seu lançamento, que acontecerá no dia 21 de março de 2017, às 17h.

 

SGDC07-768x1024

Fotos: Sebastião Nascimento

Coordenação de comunicação social