A Argentina é parceira de longa data do Brasil na área espacial. A parceria bilateral ganhou novo impulso em 24 de agosto de 1989, quando foi assinada, pelos presidentes de ambos os países, a Declaração Conjunta sobre Cooperação Espacial.

Na década de 1990, após a criação da Agência Espacial Brasileira (AEB), a relação entre os dois países tornou-se ainda mais estreita. Em 9 de abril de 1996, Brasil e Argentina firmaram o Acordo-Quadro sobre Cooperação em Aplicações Pacíficas de Ciência e Tecnologias Espaciais. Em 11 de novembro de 1998, as agências espaciais dos dois países assinaram programa de cooperação para o desenvolvimento conjunto de satélite, o Sabia-3, cujo objetivo seria o monitoramento do meio ambiente, dos recursos hídricos e da produção agropecuária no Brasil e na Argentina. O satélite brasileiro-argentino foi redefinido, em fevereiro de 2008, em reunião de grupo de trabalho bilateral, em Buenos Aires. O SABIA-Mar, como tem sido denominado desde então, terá por objetivo a observação costeira e oceânica da América do Sul.

Com uma extensa costa, a maior reserva individual de água doce do mundo e vastos recursos naturais, como a Amazônia e a Amazônia Azul, é importante que o Brasil desenvolva satélites para a observação dos oceanos, da zona costeira e de águas interiores (lagos, represas, rios, etc), com o objetivo de disponibilizar aplicações para o estudo de ecossistemas e do ciclo de carbono, o mapeamento da biosfera marinha, a identificação de zonas potenciais de pesca, bem como para a detecção de eventos antrópicos, como vazamentos de petróleo. A parceria natural para o desenvolvimento desse tipo de satélite é com a Argentina, com quem compartilhamos extensa fronteira terrestre e interesses comuns relativos ao Oceano Atlântico.

 

2014

Protocolo de Intenções entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) para o desenvolvimento conjunto da Missão Espacial SABIA-Mar. A Missão SABIA-Mar proporcionará medições fundamentais do oceano, para o entendimento e o estudo de sua biosfera e as formas como é afetada e reage às atividades antropogênicas. Assinado em 25 de novembro de 2014.

2008

Programa de cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais da República da Argentina para Desenvolvimento de Atividades Conjuntas nas áreas de controle de atitude e órbita, câmaras de imageamento de varredura larga e processamento de dados sensoriais orbitais. Última assinatura em 22 de dezembro de 2008.

2006

Programa de cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais da República Argentina referente ao Projeto SAOCOM. 28 de dezembro de 2006.

2005

Protocolo complementar ao Acordo-Quadro sobre Cooperação em Aplicações Pacíficas de Ciência e Tecnologia Espaciais, celebrado entre a República Federativa do Brasil e a República Argentina para o desenvolvimento conjunto do Satélite Argentino-Brasileiro de Informação sobre Recursos Hídricos, Agricultura e Meio Ambiente. Puerto Iguazú, 30 de novembro de 2005.

Programa de cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais da República Argentina referente ao projeto SAC-D/Aquarius. Puerto Iguazú, 30 de novembro de 2005.

2004

Ata de Copacabana com o objetivo de continuar aprofundando a associação estratégica entre os países e definir posições convergentes em grandes temas comuns. Rio de Janeiro, 06 de março de 2004.

2001

Protocolo adicional ao Acordo-Quadro de Cooperação em Aplicações Pacíficas da Ciência e Tecnologias Espaciais entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República Argentina Relativo à Concessão de Reciprocidade na Aquisição de Equipamentos para a Cooperação Espacial. Buenos Aires, 14 de agosto.

1998

Programa de Cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) referente a Lançamento Suborbital. Assinado por Luiz Gylvan Meira Filho, presidente da AEB, e Conrado Franco Varotto, diretor executivo e técnico da CONAE, em 10 de novembro de 1998, em Buenos Aires.

Programa de Cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) referente à Compatibilização de Procedimentos nos Sistemas Solo de Missões Espaciais. Assinado por Luiz Gylvan Meira Filho, presidente da AEB, e Conrado Franco Varotto, diretor executivo e técnico da CONAE, em 10 de novembro de 1998, em Buenos Aires.

Programa de Cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) referente ao Projeto Sabia3. Assinado por Luiz Gylvan Meira Filho, presidente da AEB, e Conrado Franco Varotto, diretor executivo e técnico da CONAE, em 10 de novembro de 1998, em Buenos Aires.

Programa de Cooperação entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) referente ao Projeto SAC-C. Assinado por Luiz Gylvan Meira Filho, presidente da Agência Nacional Brasileira, e Conrado Franco Varotto, diretor executivo e técnico da CONAE, no dia 22 de maio de 1998, em Montevidéu (Uruguai).

1996

Acordo-Quadro sobre Cooperação em Aplicações Pacíficas de Ciência e Tecnologias Espaciais. Assinado pelos chanceleres Luiz Felipe Lampreia e Guido di Tella, no dia 9 de abril de 1996, em Buenos Aires, quando da visita do presidente Fernando Henrique Cardoso à Argentina.

1989

Declaração Conjunta Brasil e Argentina sobre Cooperação Bilateral nos Usos Pacíficos do Espaço Exterior. Assinada pelos presidentes José Sarney e Carlos Menen, em 23 de agosto de 1989, em Brasília.