PRESIDENTE DA AEB RECEBE ESTUDANTES DA UNB QUE FARÃO MESTRADO NA UCRÂNIA
Publicado em: Brasília, 8 de dezembro de 2011

Brasília, 08 de dezembro de 2011  –  O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antonio Raupp, recebeu ontem (07/12), os dez estudantes da Universidade de Brasília (UnB) que foram selecionados para o programa de mestrado em engenharia aeroespacial, na Ucrânia.

A proposta com esta especialização é formar profissionais especializados para futuramente trabalhar na empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS). Os estudantes passarão seis meses na Ucrânia, onde terão contato com o Cyclone-4. Eles serão recebidos na universidade Dnipropetrovsk e voltarão ao Brasil para completar o mestrado.

Para o coordenador de investimentos estratégicos da Diretoria de Política Espacial e Investimentos Estratégicos, João Valentin Bin, a especialização destes estudantes na Ucrânia será fundamental para fortalecer a cooperação entre os países e ajudar a diminuir um dos grandes problemas do Programa Espacial Brasileiro que é a falta de mão de obra qualificada. “Eles serão os pioneiros deste programa. O sucesso deste empreendimento chamará a atenção de outros estudantes que por sua vez também procurarão a especialização nesta área”, diz.

O engenheiro mecânico Pedro Kaled, um dos integrantes do grupo de pós-graduação, concorda com o coordenador da AEB. Segundo ele, a parceria pode dar o “boom” que o Programa Espacial Brasileiro necessita. “Quando os foguetes começarem a ser lançados, a atração midiática para o PEB será grande e imediata . O retorno dessa exposição poderá vir sob o formato de mais investimentos tanto do setor privado quanto do público”, conta.

Outro aspecto que os lançamentos poderão acrescer ao PEB, segundo o estudante, é a possibilidade de chamar a atenção de novas mentes. Pedro Kaled, por sinal, é prova viva de como uma operação de lançamento pode atrair a curiosidade das pessoas. “Sempre gostei da área espacial. No entanto, o fato que me fisgou de verdade aconteceu quando tinha oito anos de idade. Pude ver in loco o lançamento da nave espacial americana Columbia a partir do Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos. Desde aquele momento sabia que minha carreira futura seria voltada para a área espacial”.

Além de Pedro Kaled, também fazem parte do grupo que irá se especializar na Ucrânia os estudantes: Adriana Correa, André Souza, Cristiano Vilanova, Fábio Oliveira, Fábio dos Santos, Felipe Fraga, Gabriel de Oliveira, Jéfferson Chaurais e Rodrigo Gomes