PRESIDENTE DA AEB PARTICIPA DO LAAD-2009
Publicado em: Brasília, 8 de junho de 2009

Recorde de público e expositores (cerca de 18,2 mil visitantes e 336 empresas participantes), a LAAD-2009 teve sua abertura prestigiada por diversas autoridades, como o presidente o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e o prefeito do Rio, Eduardo Paes.
A feira reuniu os principais fabricantes da indústria de defesa brasileira e mundial, militares das três Forças, diplomatas e funcionários do governo. Estiveram presentes desenvolvedores de tecnologia de ponta em equipamentos, sistemas, dispositivos de proteção, simuladores, aeronaves, veículos e embarcações militares e sistemas de comunicação.
Durante quatro dias, os visitantes puderam conhecer projetos inovadores na área de defesa, de aviação, de combate terrestre e de atuação com frota marítima (desde navios altamente equipados a submarinos nucleares).
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que a feira aconteceu em um momento oportuno, quando o governo brasileiro firma o compromisso de estimular a indústria de defesa e de ampliar o diálogo nessa área com os países estrangeiros, especialmente os vizinhos da América do Sul. Essas orientações estão contidas na Estratégia Nacional de Defesa, documento aprovado em dezembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que estabelece diretrizes e ações de médio e longo prazo com o objetivo de reformular e dinamizar o setor de defesa do país.
A Marinha demonstrou, entre outros, os sistemas de monitoramento da Amazônia Azul e a Aeronáutica mostrou aos visitantes, entre outros projetos, o Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT), desenvolvido pelo Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA) em conjunto com centros tecnológicos do Exército e da Marinha, Avibrás e empresas privadas. São projetos que têm em comum um alinhamento com a visão de futuro expressa na Estratégia Nacional de Defesa: tecnologia nacional assegurando o monitoramento e o controle do território brasileiro, por ar, terra e mar.
A LAAD-2009 contou com delegações oficias de mais de 40 países e teve um crescimento em área física de 15% em relação à sua última edição em 2007.