PRESIDENTE DA AEB FAZ PRONUNCIAMENTO NO COPUOS
Publicado em: Brasília, 5 de agosto de 2008

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Ganem, fez um pronunciamento, nessa quinta-feira (12/06), na 51º sessão do Comitê para os Usos Pacíficos do Espaço Exterior (Copuos). O evento que começou na quarta-feita (11/06), em Viena (Áustria), acontece anualmente, sempre no mês de junho.

Em seu discurso, Ganem lembrou que a humanidade tem percorrido um longo caminho desde que o primeiro satélite foi lançado. Dessa época em diante, o espaço se tornou essencial para as áreas de telecomunicações, agricultura, saúde pública, educação, monitoramento dos recursos naturais e muitos outros segmentos.

“Felizmente, o Brasil tem usufruído desses benefícios há muitos anos. As aplicações do desenvolvimento tecnológico na área espacial são fundamentais para uma nação de proporções continentais e de grande diversidade geográfica como o nosso País”, destacou.

Ganem reforçou a importância da cooperação internacional para o desenvolvimento das atividades espaciais no Brasil e lembrou que com a criação da AEB, em 1994, o País não tem medido esforços para fortalecer suas relações de parceria com outros países. Vários acordos foram celebrados com Argentina, China, França, Índia, Peru, Rússia, Ucrânia, Estados Unidos e, também, com a Agência Espacial Européia (ESA). “Nós estamos firmando, ainda, acordos com Chile e Colômbia e olhando com atenção para outras possibilidades de cooperação”, disse.

Nesse sentido, ele destacou os esforços nacionais de construção do conhecimento no campo espacial em cooperação com parceiros Latino-Americanos. Muitas dessas iniciativas foram defendidas juntamente com o México, através da United Nations Regional Center for Space Science and Technology Education for Latin America an the Caribbean (CRECTEALC).

“Se hoje nós podemos colher os benefícios da cooperação internacional para o uso pacífico do espaço, isso se deve ao muito que tem sido feito pela comunidade internacional nas últimas cinco décadas e por este comitê”, concluiu.

Durante sua explanação, o presidente da Agência Espacial Brasileira, apresentou para os participantes do Coupos o Programa AEB Escola, uma inciativa desenvolvida com o apoio da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), que realiza anualmente a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. “Este ano, nós atingimos a marca de 500 mil participantes. Isso mostra que o espaço é capaz de entusiasmar as pessoas muito mais do que podemos imaginar”, enfatizou Ganem.

Órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), o Copuos foi criado em 1959, dois anos depois do início da “Era Espacial”, marcada pelo lançamento em órbita, no dia 4 de outubro de 1957, do primeiro satélite feito pelo homem, o Sputnik I, da ex-União Soviética.

Seu principal objetivo é regulamentar os Tratados na área do Espaço. O Copuos estimula pesquisas e dissemina informações sobre o assunto, além de discutir as questões políticas e jurídicas que emergem das atividades espaciais, permitindo a elaboração de tratados, convenções e recomendações.