PLATAFORMA MULTIMISSÃO (PMM)
Publicado em: Brasília, 17 de setembro de 2012

A Plataforma Multimissão (PMM) que está sendo desenvolvida pela indústria nacional e tem o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como interveniente técnico é um conceito moderno em relação à arquitetura de satélites. O propósito é reunir em uma plataforma todos os equipamentos que desempenham funções necessárias à sobrevivência de um satélite, independentemente do tipo de órbita e objetivo da missão. A ideia de separar os componentes dos satélites em uma plataforma que provê serviços básicos e atende a vários tipos de missões ? sendo adaptável a diversas aplicações ? é encontrada nos casos da PMM nacional e no projeto francês Proteus criado pela Comissão Nacional de Estudos Espaciais (CNES).

Os principais subsistemas da PMM são:

  • Estrutura Mecânica
  • Suprimento de Energia
  • Controle de Atitude e Tratamento de Dados
  • Gestão de Bordo
  • Controle Térmico
  • Telemetria, Telecomando e Rastreio
  • Propulsão