NO PLANETÁRIO DE BRASÍLIA ESTUDANTES VIAJAM PELAS GALÁXIAS
Publicado em: Brasília, 25 de abril de 2017

Um grupo de estudantes da Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima participou, na última segunda-feira (24.04), de uma visita guiada pelas galáxias e nebulosas expostas em quadros, no Planetário de Brasília. Realizada pela Agência Espacial Brasileira (AEB), a visita contou também com uma sessão comentada na cúpula do Planetário e oficina de construção de uma carta celeste, usada para identificar objetos astronômicos.

Os 34 alunos do 6º ano conheceram os projetos desenvolvidos pela AEB, entre eles a réplica do Veículo de Sondagem Brasileiro (VSB-30), exposto na área externa do Planetário. Os estudantes ficaram maravilhados com o que viram. Para Ítalo Martins, de 11 anos, foi uma ótima oportunidade para conhecer mais sobre o planeta Terra. “É interessante saber que o Brasil tem projetos voltados para o espaço”, contou.

IMG_0015

 

Além do VSB-30, outros projetos estavam expostos no local e foram apresentados aos alunos, como o Satélite de Coleta de Dados (SCD-2), lançado ao espaço em 1998. O SCD-2 é um satélite de pequeno porte que opera em uma órbita de 760 km de altitude, e fornece dados ambientais ao país com base na utilização de satélites e plataformas de coleta de dados (PCDs).

Também foram apresentados os Foguetes Suborbitais VS-30 e VS-40, o Veículo de Sondagem Brasileira (VSB-30), direcionado a realizar experimentos em ambiente microgravitacional. A série de foguetes SONDA, utilizados para missões suborbitais de exploração do espaço, capaz de lançar cargas úteis compostas por experimentos científicos e tecnológicos que serviram de base para a criação dos motores que compõem o Veículo Lançador de Satélites (VLS 1).

Os estudantes conheceram também as constelações mais famosas e os planetas que compõem o sistema solar na sessão comentada, que aconteceu na cúpula do Planetário. Logo em seguida foi exibido o filme Dois Pedacinhos de Vidro. A produção conta a história do telescópio, começando com a luneta do físico, matemático e astrônomo, Galileu Galilei, até os modernos instrumentos astronômicos.

IMG_9731

Para a coordenadora pedagógica da Escola Franciscana, Cristiane Vasconcelos, a atividade foi uma oportunidade de praticar o que os alunos estudam na escola. “A prática da teoria é muito importante, pois eles absorvem o conhecimento de uma forma muito mais precisa”, explicou.

A programação foi encerrada com uma oficina de construção de cartas celestes, usadas desde a antiguidade até os dias atuais para a identificação dos corpos celestes.

Coordenação de Comunicação Social – CCS

Mayara Oliveira

Fotos: Valdivino Júnior/CCS