IAE E DLR REALIZAM WORKSHOP DO VLM-1
Publicado em: Brasília, 6 de março de 2013

Brasília, 06 de março de 2013 – Na semana de18 a22 de fevereiro foi realizado na Divisão de Sistemas Espaciais (ASE) e na Divisão de Eletrônica (AEL) do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), workshop relativo ao desenvolvimento do lançador de satélites VLM-1, para o lançamento do veículo de reentrada Shefex 3.

A primeira parte do Workshop teve como ponto focal o projeto do motor S50. Os representantes do IAE e do DLR discutiram inicialmente detalhes do projeto mecânico do motor com o intuito de congelar a configuração a ser calculada. Em seguida, foram discutidas as cargas em voo e em solo a que o motor será submetido durante sua vida em serviço, bem como os fatores de segurança a serem considerados.

As discussões prosseguiram englobando as estratégias de fabricação e de cálculo estrutural do envelope motor em material compósito e do propelente sólido. A segunda parte do Workshop envolveu o estudo comparativo entre os regulamentos de segurança da AEB e dos centros de lançamento europeus e americanos, a preparação conjunta para o projeto preliminar da eletrônica embarcada no veículo e um estudo de desenvolvimento integrado de produto do interestágio e das empenas e porta-empenas.

O workshop contou com a participação do Eng. Timo Wekerle, atualmente participando de programa de doutorado da Universidade de Berlim. A tese de doutorado do Eng. Wekerle está baseada no desenvolvimento de novas configurações para o VLM-1. O Eng. Wekerle já tinha feito o seu trabalho de graduação relacionado ao VLM-1 em 2011, financiado pelo DLR, quando freqüentava a Universidade de Brauschweig. A tese de doutorado do Eng. Wekerle está sendo orientada pelo Prof. Briess, uma das maiores autoridades européias em micro-satélites. O Prof. Briess é o catedrático da cadeira de Tecnologia Espacial da Universidade de Berlim. Este trabalho está baseado no acordo de cooperação entre o Brasil e Alemanha, referente ao intercâmbio de pesquisadores entre os dois países.

 

Fonte: ASCOM IAE