AEB Escola

Estudantes participam de oficina de astronomia

O espaço sideral desperta naturalmente o interesse dos jovens pela ciência.

Nada mais oportuno, portanto, do que utilizar sua temática em sala de aula para tornar o ensino e o aprendizado das ciências mais atraentes. Foi pensando nisso que a Agência Espacial Brasileira (AEB), por meio da Diretoria de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento (DSAD), criou o Programa AEB Escola em 2003. Voltado para as escolas de todo o Brasil, o Programa desenvolveu atividades com foco em temas como:

  • Satélites e plataformas espaciais;
  • Veículos espaciais;
  • Astronomia;
  • Aplicações espaciais.

A fim de auxiliar na elaboração de metodologias para inserção desses assuntos em sala de aula, o programa ofereceu cursos, palestras e oficinas para professores e alunos.

Por meio da integração entre a comunidade escolar e as ações brasileiras no campo espacial, a AEB fortalece uma cultura do saber que possibilita a compreensão da realidade tecnológica atual. Estabelecidas as diretrizes, as ações de um novo programa foram elaboradas para estimular os estudantes por meio de atividades práticas que incentivem a criatividade, alimentando o espírito de pesquisa e mantendo uma relação estreita com o cotidiano da ciência brasileira. Essa perspectiva se desenvolve por meio de palestras, exposições interativas e institucionais, oficinas e concursos. São ações que permitem envolvimento dos jovens com temas de ciência e tecnologia. No âmbito da Plataforma E2T, iniciativas anteriores são ampliadas para atuar na linha da educação continuada, utilizando modernas estruturas e ferramentas educacionais como é o caso do CVT-Espacial.

O Programa “Espaço Educação” conta com uma rede colaborativa de disseminação e atualização contínua de conhecimentos básicos na área espacial. Essa rede é formada por instituições públicas e privadas, pesquisadores, professores universitários, estudantes e técnicos interessados na popularização das ciências do espaço no ambiente escolar e na sociedade brasileira. O programa parte da premissa de que a temática espacial permeia todas as áreas do conhecimento, e suas aplicações estão presentes no cotidiano dos estudantes, o que facilita a contextualização dos conhecimentos a serem construídos. Assim, suas ações baseiam-se nas seguintes frentes:

  • Ênfase na formação continuada de professores como garantia de sustentabilidade e de disseminação de ações;
  • Implementação de atividades como palestras, oficinas, exposições interativas, minicursos e concursos com vista a despertar o interesse dos estudantes pelas ciências espaciais;
  • Formação de parcerias para elaboração e distribuição de materiais didáticos e paradidáticos orientados para professores e estudantes;
  • Organização da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), em conjunto com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB).

Instrumentos de atuação do Programa Espaço Educação

Jornada Espacial

A Jornada Espacial é um evento que ocorre anualmente no Rio Grande do Norte, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). Realizada no segundo semestre de cada ano, a Jornada Espacial tem como público-alvo os alunos que obtiveram os melhores resultados (não apenas por meio das notas, mas também é levada em consideração a representatividade dos estados brasileiros, valorizando o intercâmbio entre estudantes de todo o País) nas questões de astronáutica na prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Esses alunos são convidados a participarem, juntamente com seus professores, de uma semana de atividades voltadas para a temática das ciências espaciais.

SBPC Jovem

Alunos desenvolvem atividades na SBPC Jovem

Alunos desenvolvem atividades na SBPC Jovem

Anualmente, o Programa Espaço Educação disponibiliza um estande para realização de atividades com o público visitante da SBPC Jovem. Essas atividades incluem a construção de foguetes de garrafa PET, carrinho foguete, pequena exposição sobre robótica, sessões de astronomia,

astronáutica e ciências afins no Planetário Digital e outras oficinas que demonstrem aspectos da atividade espacial, além de exposição de material didático, mostra de vídeos e minicursos ministrados por colaboradores.

Cursos para professores

Cursos para professores têm duração de uma semana e abordam temas relacionados às atividades espaciais, como veículos lançadores, satélites e aplicações da tecnologia espacial. As aulas são presenciais e priorizam temas específicos da área espacial. Nesse novo formato, há uma programação básica com atividades sobre astronomia, foguetes, satélites e aplicações.

Base de material didático a ser utilizado no Espaço Educação (E2T)

Coleção Explorando o Ensino (PDF). Livros produzidos pela AEB em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e colaboradores.

Astronomia – Volume 11
Astronáutica – Volume 12
Mudanças Climáticas – Volume 13

Manuais do Curso de Astronomia e Astronáutica. Manuais (módulos) do curso de capacitação de professores.

Astronomia
Meteorologia
Sensoriamento remoto
Projetos didáticos
Veículos espaciais
Satélites

Livretos e cartilhas. Cartilhas Colorindo e Aprendendo com Cosminho e Papaguete.

Colorindo e Aprendendo – Edição Amarela
Colorindo e Aprendendo – Edição Verde
Colorindo e Aprendendo – Edição Azul
Colorindo e Aprendendo – Edição Laranja
Colorindo e Aprendendo – Edição Roxa

Livretos da coleção Mão na Massa utilizados em oficinas e experimentos do Programa AEB Escola.

Mão na Massa – Oficinas
Mão na Massa – Foguetes

Dobraduras para montar os satélites do Programa Espacial Brasileiro.

Dobradura do satélite CBERS (formato A2)
Dobradura do satélite SCD (formato A2)
Dobradura do satélite SERPENS (formato A2)
Dobradura do satélite SGDC (formato A2)
Dobradura da sonda Rover (formato A2)