Notícias

Engenheiro Carlos Moura assume presidência da Agência Espacial Brasileira

Publicado em: 24/01/2019 18h25 Última modificação: 25/03/2019 10h54
Foto: Gleice Oliveira - Presidente Carlos Moura almeja um Programa Espacial consistente, consequente e sustentável.

O engenheiro Carlos Augusto Teixeira de Moura foi empossado na tarde de quarta-feira (23.01), pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, como o novo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Em seu discurso, Carlos Moura afirmou repetir a diretriz do MCTIC, de aliar ciência, tecnologia, educação e inovação industrial a fim de motivar a juventude brasileira a trilhar o caminho do progresso intelectual, social e econômico, elevar o Programa Espacial Brasileiro a programa de Estado e priorizar as demandas da sociedade.

O novo presidente abordou a busca de modelos alternativos que favoreçam a criatividade, a inovação e a construção de arranjos de financiamento que levem a um Programa Espacial mais consistente, consequente e sustentável. Em âmbito mundial citou o new space, uma mudança significativa no mercado espacial, em que cresce proporcionalmente o papel das iniciativas privadas, com arranjos mais flexíveis, mais rápidos e mais criativos.

8

Foto: Gleice Oliveira – Carlos Moura assina o termo de posse como presidente da AEB

“Os estudos demonstram que o mercado espacial como um todo mantém apreciável ritmo de crescimento. As demandas de comunicação, meio ambiente, internet das coisas, as cidades inteligentes, são muitas as aplicações que podem e vão se beneficiar dos sistemas espaciais. Veremos cada vez mais satélites menores, constelações, maior demanda por reposições, minilançadores, cenário que reabre as possibilidades para os institutos, centros de lançamento, indústria e para os jovens empreendedores”, afirmou Moura.

Segundo ele, para sair do viés predominante de pesquisa e desenvolvimento do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE) é preciso criatividade e empreendedorismo. “As iniciativas do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB) e a disposição do novo governo favorecem o estabelecimento de foco, elegendo prioridades, racionalizando ações e entregando benefícios concretos à sociedade.

IMG 1421

Foto: Gleice Oliveira – Autoridades civis e militares prestigiam o novo presidente da AEB.

Ao dar posse a Carlos Moura, o ministro Marcos Pontes mencionou o sonho de ser presidente da AEB, mas como seu sonho não se concretizou teve o privilégio de depositar em Moura a confiança e responsabilidade de conduzir essa missão. Apesar de ser uma missão diferente da Centenário apresenta dificuldades que podem ser vencidas ao longo do caminho, principalmente pela AEB estar vinculada a um ministério que tem como condutor uma pessoa que conhece melhor que ninguém a área espacial, podendo ajudá-lo a sanar os obstáculos ao longo do percurso.

Antes da assinatura do termo de posse, o professor José Raimundo, à frente da AEB há quase sete anos, agradeceu sua equipe e desejou sucesso ao engenheiro Carlos Moura. O professor também repassou uma lembrança ao novo presidente,  um botton, o qual lhe foi concedido nos primeiros dias de sua gestão na AEB.

9

Foto: Gleice Oliveira – Professor José Raimundo repassa um botton a Carlos Moura, presente recebido no início de sua gestão.

O ministro Marcos Pontes agradeceu o professor José Raimundo e os servidores da AEB pelo trabalho desenvolvido na entidade, e pediu a colaboração de todos para fortalecer o Programa Espacial. “Esta agência é extremamente importante para o Programa Espacial. Pode ter certeza que para quem viu a Terra do espaço e sabe das dificuldades que a gente tem para chegar lá, para colocar qualquer coisa no espaço, não é fácil e logicamente em toda dificuldade surge uma série de oportunidades”, concluiu Pontes.

Estiveram presentes na cerimônia de posse autoridades do alto Comando da Força Aérea Brasileira (FAB), como o ministro do Superior Tribunal Militar (STM), tenente-brigadeiro do ar Carlos Vuyk de Aquino, e o chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Tenente-Brigadeiro do ar Carlos Augusto Amaral Oliveira. Oficiais-generais, representantes de fundações de pesquisa, parlamentares e familiares também prestigiaram a solenidade.

Agência Espacial Brasileira (AEB)

É uma autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável por formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira. Desde a sua criação, em 10 de fevereiro de 1994, a Agência trabalha para empreender os esforços do governo brasileiro na promoção da autonomia do setor espacial.

Coordenação de Comunicação Social – CCS

Registrado em:
Assunto(s):
Voltar para o topo