CERIMÔNIA MARCA ENCERRAMENTO DA VIII JORNADA ESPACIAL
Publicado em: Brasília, 26 de novembro de 2012

Brasília, 26 de novembro de 2012- Alunos, professores e organizadores da VIII Jornada Espacial se reuniram na tarde de sexta-feira (23) para a cerimônia de encerramento do evento. A Jornada é realizada pela Agência Espacial Brasileira (AEB) como prêmio aos estudantes de ensino médio mais bem colocados nas questões de astronáutica da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Em 2012, 113 brasileiros de 22 estados e do Distrito Federal participam do evento, repetindo a experiência de outros 383 alunos e 262 professores que estiveram presentes nas sete edições anteriores.

Estiveram presentes no evento representantes da AEB, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica  (OBA) e da Secretaria Municipal de Educação de São José dos Campos (SME).

Durante a VIII Jornada Espacial, alunos e professores assistiram palestras, participaram de oficinas e visitaram as instalações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), da Feira do Jovem Empreendedor Joseense e da TV Vanguarda. Especialistas do setor aeroespacial brasileiro acompanharam os participantes em todas as atividades.

Para o professor Bruno Barbosa, de Barbacena (MG), a Jornada começou quando cada professor inscreveu sua escola na OBA. “Trabalhamos duro e, após excelente resultado dos alunos, chegamos aqui”, disse. “Sementes foram plantadas, agora é preciso regá-las e levar a conhecimento adquirido aos que não tiveram a oportunidade de estarem aqui”, completou.

A Jornada foi um marco para os alunos. Lusana Ornelas, 18 anos, de Brasília (DF), afirmou ter se apaixonado pela área espacial após participar do evento. “Estava certa que cursaria Engenharia Mecatrônica na Universidade de São Paulo. Agora acho que vou estudar Engenharia Aeroespacial no ITA”, disse a aluna. “Com a Jornada, vi que por traz dos foguetes e satélites brasileiros, há especialistas dedicados, inteligentes, querendo fazer o programa espacial funcionar”, completou Lusana.

A aluna Larissa Fernandes, 17 anos, de Recife (PE), fez a prova da OBA pela segunda vez este ano. “Participei das Olimpíadas por considerá-la como uma oportunidade de adquirir conhecimentos novos, que não vemos na escola”, contou a aluna.  Larissa estava decidida a cursar engenharia, mas depois da Jornada decidiu estudar Física e Astronomia.

Prêmio Estudar Ciência- A Fundação Estudar premiou seis alunos participantes da Jornada com uma bolsa de estudos de inglês e um programa de orientação vocacional e educacional. Foram premiados: Victor Neto, Carolina Guimarães, Larissa Fernandes, Leonardo Teixeira, Lucas Hagemaister e Natália Souza.

O Prêmio Estudar Ciência é uma iniciativa da Fundação Estudar para reconhecer os melhores estudantes de ensino médio com interesse na área de ciências exatas e apoiá-los na fase pré-universitária.