ALOIZIO MERCADANTE ABRE 63ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC EM GOIÂNIA (GO)
Publicado em: Brasília, 11 de julho de 2011

A cidade de Goiânia (GO), no centro-oeste brasileiro, volta a ser palco da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Em sua 63ª edição, o evento se realiza na capital do estado de Goiás com o tema “Cerrado: Água, Alimento e Energia”. A cerimônia de abertura ocorreu neste domingo (10), no campus da Universidade Federal do Goiás (UFG), com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. Neste ano, a proposta é discutir a importância do bioma cerrado, tanto pela a concentração de grandes bacias, como pela produção de alimento e de energia. Além disso, abordar os aspectos da região como a flora, a fauna, a integração com outros biomas e desafios ambientais da ocupação.

De acordo com os organizadores, a SBPC, considerado o maior evento científico da América Latina, deverá atrair, em 2011, mais de 20 mil pessoas. Em sua primeira SBPC, como ministro do MCT, Mercadante abordou pontos importantes para o futuro do país. Um deles foi o projeto de lei que tramita no Congresso Nacional e que prevê a distribuição de royalties do petróleo. A matéria já passou pela Câmara dos Deputados e, agora, se encontra no Senado Federal. Os deputados aprovaram o texto de modo que os recursos obtidos sejam direcionados para um fundo comum, que servirá de caixa para diversas áreas.

A proposta defendida pelo ministro do MCT busca garantir que os recursos dos royalties do petróleo continuem focados na ciência, tecnologia e inovação. “Precisamos preparar a sociedade para o conhecimento. Dessa forma, entendemos que a C,T&I façam parte do desenvolvimento do país e que sejam ainda de papel estruturante nas políticas publicas. Se for aprovado do jeito que vamos pulverizar os recursos e perder uma oportunidade única de proporcionar um futuro sólido para o país. Entretanto, fico feliz quando vejo governadores se sentarem à mesa para construir um novo acordo e, principalmente, quando concordam com a tese que devemos priorizar a ciência, a tecnologia, a inovação e o meio ambiente”, enfatizou.

Mercadante falou também do anúncio, que será feito pela presidenta Dilma Rousseff , do Programa Ciência Sem Fronteira, que pretende dar a jovens brasileiros talentosos, a oportunidade de estudarem em grandes universidades estrangeiras. “Serão 75 mil estudantes no exterior em um prazo de quatro anos. Garantiremos os melhores do Brasil nas melhores universidades do exterior. Concederemos bolsas no estilo sanduiche. Os estudantes passam um tempo fora, mas voltam ao país para terminar seus estudos e trabalhar”, explicou.

O ministro do MCT citou também a Criação do Centro de Monitoramentos de Desastres Naturais (Cemaden), que será instalado na unidade do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em Cachoeira Paulista (SP). “Criamos um sistema que terá papel fundamental na proteção à vida. Nossa missão será proteger e salvar vidas. Ainda neste mês, lançaremos um concurso público para contratação de pesquisadores e técnicos, que terão a missão de acompanhar dados de satélites e informações emitidas por diversos equipamentos, tais como pluviômetros”, declarou.

CNPq Expresso

O presidente do CNPq, Glaucius Oliva, aproveitou a cerimônia de abertura da Reunião Anual da SBPC, para anunciar o lançamento do CNPq Expresso, que agilizará a importação de materiais de pesquisa. Segundo Oliva, um tutorial a ser disponibilizado no site do CNPq (http://www.cnpq.br) onde os interessados no processo de importação, seja professores, pesquisadores e importadores, poderão simular todo as etapas. “Nosso tutorial visa a desburocratizar a importação. Para atender a essa demanda, um sistema online e interativo vai apresentar todos os passos para a aquisição de materiais de pesquisa no exterior”, esclareceu.

Oliva falou também da exposição dos 60 anos do CNPq. A mostra conta as conquistas do instituto desde a sua criação, em 1951. “O CNPq foi criado por pioneiros que acreditaram que a ciência, a tecnologia e a inovação são a porta para o futuro da nação”, disse. Por último, o presidente Glaucius Oliva, comentou sobre o tema do Prêmio José Reis de 2011 que será Cidade Sustentável. “Convido a todos os estudantes, pesquisadores e divulgadores da ciência a se inscreverem”, complementou.

Homenagem

Durante a cerimônia, dois importantes pesquisadores foram homenageados. Amélia Império Hamburger, física e pesquisadora, atuou de forma relevante na divulgação da ciência por meio de livros sobre a história da física, da ciência e da arte no País.Amélia faleceu em abril deste ano, aos 78 anos.

Outro homenageado foi Joffre Marcondes de Rezende, professor da Universidade de Brasília (UnB), atuou como peça-chave no processo de construção da universidade no centro-oeste brasileiro. Rezende foi o fundador da Faculdade de Medicina da UFG, e, também, da própria Universidade. É professor honoris causa da Universidade de Brasília e Ordem do Mérito Anhanguera do Estado de Goiás.

SBPC

A presidente da SBPC, Helena Nader, enfatizou que o encontro não é voltado só para a comunidade científica e que terá atrativos para todos os públicos e para todas as faixas etárias, entre eles, a SBPC Cultural (com atividades artísticas regionais), a SBPC Jovem (com programação voltada para estudantes do ensino básico) e a SBPC Mirim, com atividades de laboratório para crianças.

Nader garante que o evento focará diversas áreas do conhecimento. “Vamos passar por todas as áreas ou, pelo menos, tentar cobrir muitas das áreas que vão desde as humanidades, às ciências exatas, às ciências da vida e as tecnológicas”, citou.

Parque Tecnológico

No dia da abertura da SPBC, o ministro Mercadante cumpriu agenda também no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia (GO). Na ocasião, ele se reuniu com o governador Marconi Perillo, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia de Goiás, Mauro Faiad, e, ainda a presidenta da Fundação de Amparo e Apoio à Pesquisa no Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaira Turchi. O assunto foi a criação do Parque Tecnológico na cidade.

Além do ministro, participaram da cerimônia, o secretário-executivo do MCT, Luiz Antonio Rodrigues Elias; o governador do estado de Goiás, Marconi Perillo; o secretário-executivo do Ministério da Integração, Alexandre Navarro; o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia; e demais autoridades.