AEB ENTREGA ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS A ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO DF
Publicado em: Brasília, 22 de agosto de 2017

A Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTIC) entregou no primeiro semestre deste ano, 11 estações meteorológicas didáticas a escolas das redes pública e particular de ensino do Distrito Federal, que participaram da capacitação do programa Globe no Brasil. Os dados coletados por essas estações vão auxiliar professores a compartilhar suas análises no site do Programa Globe, da Agência Espacial Norte Americana (Nasa).

As estações meteorológicas foram adquiridas pela AEB e o projeto foi desenvolvido pelos colaboradores do Programa AEB Escola, os professores da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF), Jaime Antunes e Izaias Cabral, que participaram de duas edições do workshop do Globe em Brasília. A pequena estação faz parte do projeto Rede de Estações Meteorológicas Didáticas (Remade), de autoria do professor Jaime.

De acordo com Izaias as estações foram desenvolvidas com material alternativo e adaptadas com sistema automático que funcionam durante todo o dia. O aparelho capta dados e envia para um servidor que guarda as informações, como temperatura ambiente, pressão atmosférica e humidade relativa do ar. Os dados das escolas comtempladas com as estações são armazenadas e podem ser acessadas diariamente no site:  www.climaescola.com.br

Ainda de acordo com o professor a iniciativa vai ajudar introduzir diversos projetos científicos nas escolas. “A aquisição das estações pelas escolas também vai incentivar o aprendizado e estimular a habilidade de estudantes a trabalhar com técnicas científicas”, ressaltou.

Os dois professores estão participando do processo de treinamento para serem os primeiros masters training do Globe Brasil. “ Além de impulsionar o projeto das estações meteorológicas, que já existia antes da chegado do programa no país, o que me motiva a participar do Globe é a filosofia do programa que consiste basicamente em trabalhar para a melhoria do meio ambiente”, afirmou Izaías.

Orientações – Ao receberem as estações os professores foram orientados sobre uso e instalação do equipamento nas escolas, como por exemplo, o local ideal para se colocar o equipamento e configuração do aparelho e inserção de relatório com dados no site Clima Escola.

O professor esclareceu a importância do comprometimento dos contemplados para dar continuidade na disseminação do Globe nas instituições de ensino do país. “Para as escolas receberem uma das estações foi exigido a apresentação de um projeto de pesquisa para ser trabalhado em sala de aula, pois é necessário lançar os resultados obtidos no site programa”, destacou. Ainda de acordo com Izaias, o interessante dessa iniciativa é a possibilidade de compartilhar dados ambientes com todo o mundo.

A Escola Técnica de Brasília (ETB) em parceria com o projeto Remade pretende entregar, nos próximos meses mais 60 estações meteorológicas a escolas do DF e de Águas Lindas (GO).

Os dados ambientais coletados em escolas de diversos países são inseridos no banco de dados do Globe e podem ser utilizados em investigações científicas, tais como: atmosfera (clima), hidrologia (estudo das águas), solos, cobertura do solo (vegetação) e fenologia (estudo dos ciclos de vida animal e vegetal).

Globe no Brasil – No Brasil foram realizadas três edições do workshop. As duas primeiras edições do workshop, ocorridas em 2016, foram destinadas aos professores da SEDF, no qual foram capacitados para trabalhar na coleta de dados atmosféricos e hidrológicos.

A terceira edição foi realizada no último mês de maio, em São José dos Campos (SP), Santa Cruz (RJ) e Paranaguá/Matinhos (PR). Professores, profissionais das secretarias de saúde foram treinados para coletarem dados e propor pesquisas para combater a proliferação da Larva do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Desde o início da implementação do Globe no Brasil mais de 150 pessoas, entre professores e interessados foram treinados para trabalhar com métodos científicos desenvolvidos pela Nasa. O Globe está presente em mais de 117 escolas brasileiras. Hoje o site do Programa Globe contabiliza mais de 2.600 dados cadastrados por professores e estudantes brasileiros.

IMG_2976

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto 1: Izaías orienta professores a usar e instalar as estações nas escolas.

Foto 2: Estação meteorológica desenvolvida com material alternativo e adaptada com sistema automático.

Coordenação de Comunicação Social – CCS