AEB E NASA DISCUTEM NOVAS PARCERIAS NA ÁREA ESPACIAL
Publicado em: Brasília, 26 de novembro de 2009

Um novo Acordo-Quadro, que estabelece as grandes linhas de ação e iniciativas sobre o uso pacífico do espaço está na pauta das negociações entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa). Esse foi um dos assuntos debatidos entre o presidente da AEB, Carlos Ganem, e o administrador da Nasa, Charles Bolden Jr, em Washington (EUA), no último dia 20. Conforme Ganem, a cooperação entre Brasil e Estados Unidos existe desde o início dos anos 60, quando o país começou a desenvolver a sua atividade espacial.

“É portanto natural que as agências desenvolvam atividades de cooperação paralela sob a ótica pacífica e em benefício de nossas sociedades. A AEB considera que as imposições e restrições com barreiras técnicas são inadequadas e injustificadas quando impostas ao Brasil pelos EUA, visto que o nosso país sempre esteve ao lado das grandes questões americanas em defesa da democracia e do uso pacífico do espaço”, comenta Ganem.

No encontro, Ganem enfatizou a importância do Brasil participar do Programa de Cooperação sobre Medições de Precipitação Global (GPM), um programa bilateral entre a Nasa e a Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), aberto a outros países. O Programa de Cooperação sobre Pesquisa por meio de balões atmosféricos também esteve em discussão, juntamente com o incremento a pesquisas em conjunto na área de nanotecnologia. O presidente da AEB convidou Bolden – ex-astronauta da Nasa – para vir ao Brasil e conhecer o Programa Espacial Brasileiro.
O dirigente da AEB viajou aos Estados Unidos integrando a comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), em Washington, para participar da 2ª Reunião da Comissão Mista de Cooperação Científica e Tecnológica Brasil-Estados Unidos. Na ocasião, ele fez palestra sobre as aplicações espaciais para o desenvolvimento das nações.