Notícias

AEB assina acordo de cooperação técnica para desenvolver Projeto Alfa Crux

Publicado em: 13/08/2019 18h56 Última modificação: 21/08/2019 14h59

 

A Agência Espacial Brasileira (AEB) assinou nesta terça-feira (13.08), um memorando de entendimento com a Universidade de Brasília (UnB) e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), que estabelece a cooperação técnica e desenvolvimento do projeto Alfa Crux. O projeto consiste em uma missão espacial que propõe o desenvolvimento de um sistema de comunicação e de pesquisa para a sociedade civil e militar.

A missão espacial tem o objetivo de garantir a soberania nacional e o desenvolvimento técnico-científico e acadêmico com a geração de conhecimento nos mais diversos campos de aplicação de nanossatélites e avanços tecnológicos da área espacial.

Segundo o presidente da AEB, Carlos Moura, a cooperação técnica é uma oportunidade de estreitar ainda mais os laços entre a AEB e a UnB, já que as duas instituições têm uma longa e exitosa relação. De acordo com Moura o Alfa Crux se enquadra no New Space, a nova fronteira da exploração espacial e por isso é importante apoiar esse tipo de projeto, pois seu cerne são a inovação e a busca pelo desenvolvimento do setor espacial brasileiro.

Para a reitora da UnB, Márcia Abrahão, o projeto Alfa Crux mostra o potencial de internacionalização na Universidade e a disposição de o País desenvolver tecnologia de ponta. “No futuro, o Brasil não será apenas repetidor de tecnologia e sim desenvolvedor, proeza que possibilitará protagonismo na ciência mundial”, afirmou.

7cf337d8-118b-4f9e-9829-38ecf3857d2f

Alfa Crux – Conceito CubeSat 1U

Missão espacial
Ao apresentar o projeto Alfa Crux, o coordenador e professor da UnB, Renato Alves Borges, destacou ser a missão basicamente um sistema de comunicação e informações críticas voltado para a aplicação em comunicação entre dispositivos (M2M) e Internet das Coisas, uma vez que o projeto está alinhado com as tendências do setor espacial, como por exemplo redução de custos e projetos inovadores.

“O projeto vai contribuir para melhorar o monitoramento agrícola e também o uso na área de defesa, como garantir a comunicação em regiões remotas, além de promover comunicação em zona de desastres, em situações trágicas como no rompimento da barragem de Brumadinho (MG), ocorrido no início do ano”, destacou o professor Renato.

O memorando de entendimento foi assinado pelo presidente da AEB, Carlos Moura, a reitora da UnB, Márcia Abrahão e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), Alexandre André dos Santos.

Agência Espacial Brasileira (AEB)

É uma autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável em formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira. Desde a sua criação, em 10 de fevereiro de 1994, a Agência trabalha para empreender os esforços do governo brasileiro na promoção da autonomia do setor espacial.

IMG 0502

Coordenação de Comunicação Social – CCS

Registrado em:
Assunto(s):
Voltar para o topo